Criando tabelas no MySQL

Aprenda como criar tabelas no MySQL.

Antes de mais nada, precisamos criar a base de dados.

No meu caso, eu criarei uma base chamada devlabs, mas você pode usar esse nome ou outro de sua preferência.

CREATE DATABASE devalbs;
USE devlabs;

Criar uma tabela é uma tarefa fácil e corriqueira. O trabalho pesado fica por conta da parte conceitual, explico:

A criação de uma base de dados com tabelas e tudo mais depende de muito planejamento.

Não existe uma fórmula única, muito pelo contrário. Desenhar a base de dados é como programar, há sempre mais de um caminho para a mesma solução.

Vale lembrar que seu aprendizado está em constante evolução e que você criará bases de dados diferentes ao longo do tempo. (eu não crio base de dados como criava a 5 anos atrás).

Junto com a questão conceital, temos os tipos de dados. Cada campo (coluna) da tabela deve ser de um tipo. Ainda não falamos sobre tipos de dados do MySQL, veremos o assunto em breve.

Uma tabela de exemplo

Eu retirei o exemplo do manual do MySQL: imagine que precisamos construir um sistema para um PetShop. Talvez você queira registrar os nome dos bichanos e seus respectivos donos.

Já temos dois campos:

nome (dos bichanos),
dono (dos bichanos)

Aí você descobre que seria interessante registrar a espécie (gato, cachorro, pássaro, etc..), o gênero (sexo), a data de nascimento e a data de falecimento:

espécie,
sexo,
data de nascimento,
data de óbito

Nossa tabela ficará assim:

nome | dono | espécie | sexo | nascimento | óbito

Os campos nome, dono e espécie são do tipo string que podem variar de tamanho. Para isso temos o tipo VARCHAR que traduzindo, (grosseiramente) significa "caracter variante". A variação ocorre no tamanho, o limite dessa variação é especificado por parênteses logo após o tipo. (falaremos dos tipo de dados em breve).

Já o campo sexo também é do tipo string mas seu tamanho não é variável, é fixo. Podemos ter nessa coluna os seguintes valores: f para feminino e m para masculino. O tipo de dado utilizado será CHAR.

Os campos nascimento e óbito são do tipo data, utilizaremos o tipo DATE. O MySQL (e a maioria do banco de dados) armazenam a data no seguinte formato: ano-mes-dia, ou melhor, aaaa-mm-dd. Ex: a data 11/09/2001 apresenta o seguinte formato: 2001-09-11.

Como o exemplo é em inglês, vamos manter os nomes nessa língua:

name | owner | species | sex | birth | death

Agora que já sabemos o que vamos construir...

Botando a mão na massa

O comando que cria a tabela é, em sua essência, o seguinte:

CREATE TABLE nome-da-tabela (descrição de cada coluna);

Os campos são compostos pelos seu nome seguido do tipo e separados por vírgula, ex:

nome-do-campo VARCHAR(100),

Para ficar mais legível, formatamos o statement sql da seguinte forma:

CREATE TABLE pet (
    name VARCHAR(20),
    owner VARCHAR(20),
    species VARCHAR(20),
    sex CHAR(1),
    birth DATE,
    death DATE
);

Aí você me pergunta, como digitar isso no console?

Vá digitando e apertando o ENTER, pois o comando somente será enviado quando inserirmos o sinal ;.

Veja com eu digitei:

mysql> CREATE TABLE pet (
    -> name VARCHAR(20),
    -> ower VARCHAR(20),
    -> species VARCHAR(20),
    -> sex CHAR(1),
    -> birth DATE,
    -> death DATE
    -> );
Query OK, 0 rows affected (0.25 sec)

Agora podemos popular (inserir dados) nossa tabela.

Poderemos fazer isso de registro em registro com a instrução insert into ou podemos fazer em uma "tacada só" lendo os dados a partir de um arquivo de texto.


Fonte

Navegue nesta série!

Comentários

comments powered by Disqus